O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Pastoral da Mulher participa da 6ª Caminhada do Outubro Rosa em Juazeiro

Empatia, participação e prevenção na caminhada de alerta ao câncer de mama.

A Pastoral da Mulher, unidade Oblata de Juazeiro/BA, participou da 6ª Caminhada do Outubro Rosa, realizada no dia 22 de outubro, levando para a avenida oito mulheres assistidas. É notável que a cada ano está aumentando a adesão a este movimento mundial que visa chamar a atenção da sociedade para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce. Assim, as instituições se reúnem com o intuito de motivar e fortalecer as ações de combate o câncer entre as mulheres.


As participantes do movimento demonstraram sensibilidade com a causa reconhecendo que na nossa cidade existem muitas mulheres fazendo o tratamento da doença, que precisam de força e principalmente respeito; assim como também há mulheres que já se curaram.

O médico responsável pelos atendimentos no Instituto Pio XII abriu o momento da caminhada com a seguinte fala: “O diagnóstico precoce é fundamental para o aumento das chances de cura, já que estão diretamente relacionadas ao estágio da doença, ao diagnóstico, então mamografia e visitas periódicas ao seu médico são fundamentais”, reforçando assim, que toda mulher tem que se tocar e sentir seu corpo minuciosamente.



Durante a ação, os artistas animadores Alan Kleber (cantor) e Cíntia (professora de dança) colaboraram com informações sobre a prevenção do câncer, sintomas e tratamento. A caminhada foi realizada com o apoio de um trio elétrico e também contou com um show do sanfoneiro Targino Gondim, que animou o público com seu repertório de forró pé de serra. O evento contabilizou cerca de quatro mil pessoas.

Fonte: Coordenação da Pastoal da Mulher de Juazeiro

Voltar 


agosto 2018
 DSTQQSS
S   1234
S567891011
S12131415161718
S19202122232425
S262728293031 









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069