O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Cordel Especial ao Dia do Trabalho

Homenagem ao 1º de maio é uma data dedicada ao trabalhador.

Por Lucinéia Santos Azevedo


Saúdo a todas/os com a Paz de Jesus e o amor

de Maria no coração. E vamos falar sobre o dia 1º de maio com muita dedicação.

 

Primeiro de maio é uma data dedicada ao trabalhador. E hoje são tantos homens e mulheres que trabalha com amor. Mas ainda existem muitas mulheres que não são tratadas com o devido valor.

 

Muitas mulheres ainda são vitimas do trabalho escravo e da exploração. Recebem propostas falsas de emprego e caem na armadilha da prostituição. Outras são obrigadas a trabalharem forçadas e sem salário, uma verdadeira escravidão.

 

Muitas mulheres lutam por um trabalho digno na sociedade. Onde elas possam ser felizes e não serem exploradas na comunidade. Trabalhar de carteira assinada e ser tratada com igualdade.

 

Seja pobre, rica, branca, morena... todas elas merecem ter moradia. Infelizmente muitas são vendidas como se fosse mercadoria. Por isso a nossa luta pelas mulheres por um trabalho digno, é todo dia.

 

Muitas mulheres são vítimas do preconceito e da desigualdade. Elas precisam de cidadania e atenção, de grande parte da sociedade.  Políticas públicas que garantam os direitos de muita solidariedade.

 

As mulheres não param de lutar contra o mundo de opressão. Vemos mulheres que lutam pelo trabalho digno e a legalização.

Ser tratada com respeito, carinho, amor e atenção.

 

Primeiro de maio é dia de refletir sobre o trabalho justo e solidário. Onde muitas mulheres que trabalham e não recebem o seu salário.

 

E ainda acabam sendo exploradas com um emprego precário.

 

E neste dia especial, dedicado as/aos trabalhadoras/es  desta nação, pedimos a Jesus Redentor em preces e oração. Que abençoe as/os trabalhadoras/es que são vitimas de exploração.

 

Por aquelas mulheres que os seus direitos já conquistou. Que trabalha com dignidade com coragem e fé no Senhor. Por aquelas que ainda lutam por seus direitos com esperança e amor.

 

Feliz dia do trabalho, a todas/os com amor e dedicação.

 

E assim vou terminando esta homenagem em forma de narração.

Dedicada a todas /os trabalhadoras/es do Brasil e de toda nação.



Voltar 


agosto 2018
 DSTQQSS
S   1234
S567891011
S12131415161718
S19202122232425
S262728293031 









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069